SÃO PAULO/SP – HOMEM DESCOBRE QUE É ADOTADO E MATA AMIGO (GN – BRASIL)

Publicidade

 SÃO PAULO/SP - HOMEM DESCOBRE QUE É ADOTADO E MATA AMIGO (GN - BRASIL)

Reprodução



Um homem identificado como Sérgio Vilela Monteiro, de 46 anos, matou um amigo a tiros e atingiu uma criança após descobrir que não é filho biológico de seu pai. Conforme a investigação, o suspeito havia confessado à vítima que a revelação lhe perturbava tanto que lhe tornaria capaz de matar. O amigo duvidou dele, e para provar, Sérgio o matou.



A vítima identificada como Maurizio Pedro, de 57 anos, estava em um bar de São Paulo na companhia de sua família, entre elas uma criança de sete anos, quando Sérgio chegou ao estabelecimento a bordo de uma moto após descobrir que seu pai era adotivo. Durante uma conversa, o suspeito desabafou sobre a situação e disse que mataria os pais por não aceitar o fato de que os dois esconderam a verdade sobre a paternidade por muito tempo. A vítima pediu calma ao amigo e afirmou que ele não era capaz de matar ninguém.

Após o conselho, Sérgio saiu do local em direção a sua residência, minutos depois, ele retornou armado com um revólver e atirou pelo menos sete vezes contra o amigo. Uma das balas atingiu a criança que estava presente.


“Ele virou e atirou em todo mundo. Não tinha especificamente uma pessoa [como alvo] , quem estivesse à frente ele atirava”, disse uma testemunha.

O amigo do atirador chegou a ser socorrido e encaminhado para um hospital por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas acabou não resistindo aos ferimentos, a criança que também foi atingida sobreviveu ao ataque.

O suspeito fugiu logo após o crime e está foragido. Sergio e Maurizio eram amigos há mais de 15 anos, os dois mantinham boa relação e costumavam fazer programas juntos.
Publicidade

Deixe um comentário